Artigos: Marcelo Serafim, Cristóvam Buarque e Arthur Neto

O prefeito Amazonino demonstra claramente que está perdido. Não imaginava que durante esses quatorze anos que ficou distante da prefeitura a sociedade manauara tivesse adquirido um senso critico tão grande. A sociedade, que foi iludida por eles durante muitos anos, aprendeu com eles no período em que estiveram fora do poder a se mobilizar e exigir seus direitos. Hoje Manaus não tem mais os salvadores da pátria que ficavam em seus programas de televisão, apontando os defeitos de uma administração que tentou de todas as formas acertar. Agora sem os aproveitadores da miséria, a sociedade se vê obrigada a promover mobilizações gigantescas para poder ter os seus direitos respeitados.


Trecho de “Vitória dos estudantes de Manaus”, do deputado federal Marcelo Serafim. Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

Alguns dias atrás, dois juízes do Supremo se acusaram verbalmente e levantaram um debate nacional sobre o decoro nas reuniões da Corte. Um ministro acusou o Presidente do Supremo Tribunal Federal de estar desmoralizando a Justiça com seu gosto pela mídia e por decisões tomadas, acusou-o de andar protegido por capangas. Mas os críticos não exigiram que o acusador provasse, nem que o acusado mostrasse a mentira do acusado; e, se verdade, que fosse punido, perdesse o cargo. O debate foi sobre as aparências. Não importou se um dos juízes é mentiroso ou se o Presidente da nossa máxima corte está desmoralizando a Justiça. Importou que Suas Excelências não devem falar naquele tom. A aparência, a liturgia prevalecendo sobre a substância e o conteúdo.


Trecho de “Aparências escolhidas”, do senador Cristóvam Buarque (PDT-DF), publicado originalmente no Blog do Noblat. Clique aqui para ler a íntegra do artigo.

Parintins: tão drástico o momento, que até mesmo a data do festival folclórico poderá ser adiada, segundo cogitam o prefeito Bi Garcia e os próprios bumbas. O curral do Garantido alagou; o caminho do aeroporto está a cada minuto mais inviável; Barreirinha: 90% da sede comprometidos. Lá, não se coloca o desabrigado nas escolas, porque elas viraram submarinos, e o remédio foi transferir parte da população para Parintins; Canutama: avenidas viraram rios; Itamarati: luta desesperada das autoridades locais para dar conta do recado.


Trecho de “SOS Amazonas”, do senador Arthur Neto (PSDB-AM), publicado originalmente no Diário do Amazonas. Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

3 comments

  1. GRANDE SENADOR CRISTOVÁM! EM SUAS ANÁLISES DEMONSTRA SEMPRE A SUA SABEDORIA. CONSEGUE LER O QUE ESTÁ SUBJACENTE À REALIDADE APARENTE ENQUANTO OUTROS POLÍTICOS PROCURAM CONSTRUIR ESTÓRIAS MITOLÓGICAS SOBRE A SOCIEDADE BRASILEIRA.
    O PIOR É QUE, AO REPETIR TANTAS VEZES AS INVERDADES, ACABAM POR ACREDITAR NELAS.
    ESSA É A EXPLICAÇÃO PARA NÃO CONSEGUIRMOS RESOLVER NOSSOS PROBLEMAS. QUAL OS INDICADORES NEGATIVOS A SER ATACADOS? NINGUÉM SABE AO CERTO AS SUAS CAUSAS CONSTANTEMENTE ALTERADAS DE FORMA FANTASIOSA

  2. Peloamordedeus serafim!!!

    Vc não quer se livrar da herança maldita do teu filho mesmo hein!!

Comments are closed.