Troca de secretário da Susam amplia instabilidade em meio à pandemia, diz Serafim

A decisão do governador Wilson Lima (PSC) em trocar o comando da Susam (Secretaria de Estado de Saúde) em meio à crise causada pela pandemia do novo coronavírus no Amazonas é, de acordo com o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB), preocupante, além de gerar instabilidade entre os profissionais da saúde e insegurança na população.

Em pronunciamento online na manhã desta quarta-feira (8), o governador anunciou a saída de Rodrigo Tobias do cargo de secretário de Saúde. Em seu lugar, o governador nomeou a biomédica Simone Papaiz, que até então era secretária municipal de Bertioga, município do interior de São Paulo com 60 mil habitantes.

“Eu vejo uma temeridade trocar o secretário, ou seja, trocar o piloto da embarcação no meio de uma tempestade. Considero um outro aspecto: a nova secretária está vindo do interior de São Paulo, de uma cidade chamada Bertioga, onde ela foi secretária municipal. Bertioga é um município pequeno, de 60 mil habitantes, e que equivale aqui ao município de Tefé. Ela aqui vai pegar uma Secretaria de Saúde de um estado que ela não conhece. Se soltar ela em Manaus, na zona leste, ela não sabe voltar para casa”, disse Serafim.

Serafim destaca que o Amazonas possui 4 milhões de habitantes distribuídos em 62 municípios, o que, segundo ele, foge da realidade administrada, até então, pela nova titular da Susam.
“Entendo que o secretário Tobias não vinha dando os resultados que todos esperavam dele, isso aí é indiscutível, mas cabe ao governador nomear e demitir. Ele entendeu que trocá-lo agora por uma pessoa vinda de São Paulo seria melhor, mas isso vai gerar uma reação natural dos profissionais da saúde, em serem comandados por uma pessoa de fora”, avaliou o parlamentar.

Nesta quarta, a FVS (Fundação de Vigilância em Saúde) divulgou que subiu para 804 o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (Covid-19) no Amazonas. Nas últimas 24 horas, o Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas) identificou 168 casos novos da doença. Dos 804 casos confirmados, 712 são de Manaus e 92 do interior. O estado registra 30 mortes por Covid-19.

Abaixo, o vídeo com a opinião do deputado Serafim Corrêa: