Senado adotará proposta similar a de Serafim para redução do preço do combustível

Senado adotará proposta similar a de Serafim para redução do preço do combustível

O deputado Serafim Corrêa (PSB), que propôs ao governo do estado redução da carga tributária de 25% para 18 % sobre o preço da gasolina e do diesel, foi modelo para os senadores Romero Jucá (MDB-RR) e Randolfe Rodrigues (Rede), que apresentaram um projeto similar, no Senado, conforme divulgou o Jornal O Globo.

“O projeto dos senadores, de caráter emergencial, limitará em 18% a cobrança de ICMS sobre gasolina e álcool, e 7% sobre o diesel. A proposta é semelhante ao que apresentei na última terça-feira,  o que diminuiria R$ 0,35 no litro da gasolina”, disse o líder do PSB nesta quinta-feira, 24, na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), informando que a arrecadação anual de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) é de R$1,2 bilhão no estado.

O deputado também chamou atenção para o caos que ameaça o Amazonas com o aumento excessivo do combustível, que vem provocando manifestações em todo o país. Em Manaus, um grupo de caminhoneiros fechou a estrada Marapatá, por volta das 5h de hoje, no Distrito Industrial, Zona Sul, único acesso terrestre das três distribuidoras de combustível privado e da base da Petrobras na capital, o que pode comprometer o abastecimento dos postos de combustível.

“É do preço dos combustíveis que o governo federal tira o maior valor individual em arrecadação, assim como o Amazonas que arrecada R$1,2 bilhões por ano. E o governo do estado também tem que parar de criar cargo comissionado, senão vai ter que aumentar o imposto sobre o combustível de 25% para 30 %, aí será o caos. Temos que entender que uma coisa “casa” com a outra. Corremos o risco da falta de combustível nos postos. Já vai começar a faltar combustível de aviação, faltar gêneros alimentícios nas principais cidades brasileiras. O país caminha para o caos. Precisamos de um entendimento”, concluiu.

Texto: Luana Dávila

Foto: Marcelo Araújo