Sede da Defensoria Pública do AM em Brasília é “inversão de prioridades”, diz Serafim

O deputado Serafim Corrêa (PSB) avaliou como “inversão de prioridades” a instalação de uma base da Defensoria Pública do Amazonas, em Brasília, inaugurada nessa semana, enquanto há muitos municípios no interior do estado que não contam com uma base fixa do órgão.

A declaração foi feita nesta quinta-feira, 20, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM).

“Ao invés da Defensoria Pública lotar defensores públicos em Brasília, deveria fazer o inverso e ampliar as suas bases no interior. Entendo que a prioridade foi invertida. Abrir uma sede em Brasília, ao invés de abrir sedes no interior, é uma completa inversão de prioridades”, disse Serafim Corrêa.

A Defensoria Pública do Amazonas informou à imprensa local que está atuando em mais de 1.8 mil processos no Superior Tribunal de Justiça (STJ), além de 18 processos no Supremo Tribunal Federal (STF) e que a abertura da sede em Brasília facilitará o acompanhamento dos casos em que atua nos tribunais superiores.

Ainda de acordo com o órgão as despesas da sede em Brasília como  aluguel, energia elétrica  e internet serão divididas com as defensorias do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Foto: Marcelo Araújo