Na Assembleia, Serafim se reúne com médicos que prometem paralisar

Na Assembleia, Serafim se reúne com médicos que prometem paralisar

O deputado Serafim Corrêa (PSB) participou nesta quinta-feira (31) de uma reunião com a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) e representantes do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), para tratar sobre o atraso no pagamento das terceirizadas que prestam serviço da saúde pública estadual. A categoria, que não recebe honorários há quatro meses, promete paralisar, caso os pagamentos não sejam realizados.

A coordenadora do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, a clínica médica Uildeia Galvão, disse que as condições de trabalho no hospital são as piores possíveis e que os médicos estão com os salários de outubro, novembro e dezembro atrasados, mas em algumas unidades, o atraso ocorre desde setembro.

“As condições de trabalho são as piores possíveis. Se nós (médicos) queremos um consultório com ar-condicionado, temos que colocar; para ter um banheiro adequado aos nossos médicos, temos que reformar. Vivemos diariamente com a fala de insumos básicos para atendimento às urgências e temos que improvisar. Há 12 anos estamos sem nenhum tipo de reajuste de valor no contrato, nem mesmo o IPCA”, disse a médica.

A médica ainda disse que os profissionais trabalham num ambiente hostil, que deveria ser humanizado.

“Somos hostilizados pela secretaria a quem nos imputa a culpa do caos e também somos responsabilizados  pelas famílias, que querem resposta. Temos muitos pacientes desassistidos, como, por exemplo, pacientes com câncer que sequer conseguem aguardar o resultado de uma biópsia para poder dar entrada na Cecon”.

Serafim Corrêa espera que o problema seja resolvido brevemente e que a Assembleia funcione como interlocutora.

“O que se espera dessa reunião é que mais uma vez a Assembleia Legislativa funcione como interlocutora da sociedade e que possa abrir caminhos para o entendimento”, disse.

Também participaram da reunião os deputados Ricardo Nicolau (PSD) e Dermilson Chagas (PP),  além dos deputados eleitos Mayara Pinheiro (PP), Delegado Péricles (PSL) e Saullo Viana (PPS).

Foto: Marcelo Araújo