Giuliani reprisa aquilo que autoridades da Segurança Pública já haviam alertado, diz Serafim

Giuliani reprisa aquilo que autoridades da Segurança Pública já haviam alertado, diz Serafim

O primeiro relatório do ex-prefeito de Nova Iorque, Rudolph Giuliani, sobre a situação da segurança no Amazonas repetiu o que secretários de segurança e comandantes do Exército já haviam divulgado – que a diminuição na criminalidade depende do combate ao tráfico de drogas na fronteira.

A afirmação foi feita pelo deputado Serafim Corrêa (PSB), durante discurso na manhã desta quinta-feira (28), na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM).

“Todos nós já sabemos disso. Isso foi cantado em prosa e verso pelo ex-secretário de Segurança, Sérgio Fontes, que com muita competência conseguiu aumentar o nível de apreensão de drogas na cidade de Manaus. Isso também foi demonstrado para nós, e com riqueza de detalhes, pelo general Theophilo, quando esteve à frente do Comando Militar da Amazônia”, declarou.

O governador Amazonino Mendes contratou, em abril, o escritório de Giuliani para realizar uma consultoria em segurança, por R$ 5,6 milhões. Deste total, R$ 1,7 milhão já foi pago pelo Poder Executivo.

“O governador gastar R$ 5,6 milhões para que o Rudolph Giuliani diga aquilo que já sabemos, convenhamos, é desperdício de recurso público. Eu continuo entendendo que essa contratação teve apenas um objetivo: marketing eleitoral. Eu diria até, que o objetivo é marketing eleitoreiro”, avaliou Serafim.

Acompanhe o discurso:

 

Texto: Janaína Andrade

Foto: Marcelo Araújo