Em meio à pandemia, profissionais da saúde do AM estão sem salário, diz Serafim

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) denunciou, durante discurso na sessão virtual da ALE-AM (Assembleia Legislativa do Estado) desta terça-feira, 24, que, em plena pandemia do novo coronavírus, profissionais da saúde do estado estão há, pelo menos, três meses com os salários em atraso.

“Esse é o momento de concentramos todos os esforços no sentido do combate a essa doença, que é uma doença grave e que está se alastrando pelo mundo todo, e nesse sentido, entendo que o Governo do Estado deve concentrar todas as forças para esse combate. Ontem me chegaram notícias de que muitos profissionais da saúde estão reclamando de atrasos de salários. Em um momento como esse isso não pode acontecer”, disse Serafim.

O parlamentar declarou que faz um apelo ao governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), para que possa equacionar essa situação e regularizar os salários de médicos e enfermeiros do Amazonas.

“Faço um apelo ao Governo do Estado para que veja o que existe de concreto nisso e possa resolver, de tal forma que médicos e enfermeiros, que estão na linha de frente do combate ao coronavírus, possam trabalhar normalmente. Não dá para imaginar um cenário como esse e os profissionais da saúde ainda sem receber”, declarou o deputado.

Outra medida, segundo Serafim, que deve ser repensada pelo estado, é a de que chegam informações de que “prosseguem a todo vapor licitações na área de obras”.

“Isso não faz o menor sentido neste cenário de pandemia do novo coronavírus que estamos vivendo. Os recursos do estado precisam estar voltados à saúde da população, à manutenção da dignidade humana, do emprego e da renda”, avaliou o deputado.