Desembargador Lupercino de Sá Nogueira é homenageado com a Medalha do Mérito Legislativo

Desembargador Lupercino de Sá Nogueira é homenageado com a Medalha do Mérito Legislativo

O desembargador Lupercino de Sá Nogueira Filho foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), nesta quinta-feira (13), com a Medalha da Ordem do Mérito Legislativo, cuja propositura é do deputado estadual Serafim Corrêa (PSB).

Para Serafim, a homenagem é mais do que merecida pelos relevantes serviços prestados à Educação, ao Direito e à Justiça.

“Lupercino foi professor durante muitos anos, principalmente na Escola Técnica Federal do Amazonas. Depois entrou na carreira do Ministério Público, onde galgou o cargo mais elevado. Na sequência foi para Roraima, onde passou em primeiro lugar no cargo de juiz, chegou ao cargo de desembargador, presidiu o Tribunal de Justiça de Roraima, onde implantou a informatização daquele tribunal, reconhecido em todo o país. E agora, aposentado, ele é articulista e escreve para o jornal A Crítica. Sempre que chamado, participa das grandes discussões a respeito do mundo jurídico. Então, por tudo isso, ele merece o nosso reconhecimento. Não só como amigo, mas de alguém e admira a sua carreira desde os bons anos 60 e 70, quando ele era professor da Escola Técnica do Amazonas. Meus parabéns ao Lupercino”, disse Serafim.

O desembargador Lupercino agradeceu a honraria e disse estar emocionado com o recebimento da propositura.

“Em primeiro lugar, recebo com muita honra a medalha e tenho dois sentimentos um de gratidão e o outro aspecto é a positividade do deputado Serafim no seio da comunidade pela sua maneira de atuar, pela sua competência e atuação na área orçamentária, nas contas pública.  Tenho muita respeito pelo seu trabalho no serviço público. Na comunidade jurídica, em geral, tem um conceito de uma pessoa honesta e competente no cenário amazonense”, agradeceu o desembargador.

Nogueira Filho ainda destacou que tem 25 anos de magistério na sua trajetória jurídica.

“Fico honrado com o recebimento da importante comenda, por ter exercido um trabalho em toda a comunidade jurídica. Minha atividade de magistério foi marcante.  São vinte e cinco anos de magistério. Comecei a atuar na área jurídica aos 18 anos”, disse o homenageado.

 

 

Histórico profissional

Sua trajetória profissional começou na advocacia criminal com atuações no Tribunal do Júri Popular. Em 1971, foi o segundo colocado no concurso público de provas e títulos para o Ministério Público do Estado do Amazonas, ingressando como promotor de justiça. No mesmo ano, foi aprovado em primeiro lugar no concurso da magistratura de Roraima para o cargo de juiz. Em 1993, ascendeu ao cargo de desembargador, onde foi presidente do tribunal de justiça e do TRE/RR. Ele também foi professor em várias instituições de ensino.

De volta ao Amazonas, exerceu os cargos de Secretário de Estado e Serviços Sociais e  de presidente do conselho penitenciário.

Foto: Marcelo Araújo