Curso de Arquivologia da UFAM completa 10 anos e ALE-AM homenageia profissionais

O curso de Arquivologia da UFAM (Universidade Federal do Amazonas) completa dez anos em 2019 e a ALE-AM (Assembleia Legislativa do Estado) realiza nesta segunda-feira, 4, uma Sessão Especial em homenagem aos profissionais da área.

O requerimento n° 3326/2019, que trata da homenagem, é de autoria do deputado estadual Serafim Corrêa (PSB).

No Brasil, o Dia do Arquivista Brasileiro é comemorado no dia 20 de outubro. A data celebra o profissional responsável em cuidar, organizar e arquivar acervos e documentos privados, públicos e/ou pessoais.

“Selecionar, codificar, arquivar, dar busca à documentação, tudo isso é de responsabilidade do arquivista. Precisamos valorizar e investir ainda mais nesses profissionais, que entre tantas atividades, trabalham na preservação da nossa memória, dos nossos documentos, que contam muito ou tudo do nosso passado, presente e futuro”, disse o deputado estadual Serafim.

A criação do curso de Arquivologia se deu a partir do Programa de Apoio aos Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), que buscou ampliar o acesso e a permanência na educação superior.

A sessão especial será realizada às 10h, de segunda, no plenário Ruy Araújo, da ALE-AM, localizado na avenida Mário Ypiranga Monteiro (antiga Recife), nº 3.950, bairro Parque 10 de Novembro.

História

Em 20 de outubro de 1823, o então deputado Pedro de Araújo Lima, futuro Marquês de Olinda, apresentou como proposta de inclusão no projeto da Constituinte a existência de um Arquivo Público no Brasil.

O referido projeto foi consagrado na Constituição de 25 de março de 1824. Mas somente 15 anos depois, o regulamento nº 2, de 2 de janeiro de 1838, durante a menoridade de D. Pedro ll, estabelecia Arquivo Público dentro do Ministério do lmpério, o atual Arquivo Nacional. Diante da importância do fato histórico, comemora-se no dia 20 de outubro o Dia do Arquivista.

A Lei Nº 6.546, de 4 de julho de 1978, Dispõe sobre a regulamentação das profissões de Arquivista e de Técnico de Arquivo, e dá outras providências.

Abaixo, seguem os nomes dos que serão homenageados na Sessão:

  1. Professora Mestre Carla Mara da Silva Silva, Docente do Curso de Arquivologia, da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC-UFAM)
  2. Prof. Doutor Hibembergue Ordozgoith da Frota, Ex-Reitor da Universidade Federal do Amazonas
  3. Desembargador Domingos Jorge Chalub Pereira, Ex-presidente do TJ-AM
  4. Professor pós-doutor Daniel Flores, Arquivista e Docente do Curso de Graduação em Arquivologia e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação – PPGCI, Mestrado e Doutorado, da Universidade Federal Fluminense – UFF, Niterói, Rio de Janeiro – Brasil.
  5. Mestre em Ciência da Informação pela UNB, Neide Alves Dias de Sordi, Bibliotecária e Diretora do Arquivo Nacional do Brasil (AN)
  6. Manoel Pedro de Souza Neto, Bibliotecário e Arquivista, Mestre em Patrimônio Cultural pela UFSM.
  7. Especialista Evanildo Freitas do Nascimento Júnior, Arquivista.
  8. Desembargador Yedo Simões de Oliveira, Presidente do TJAM.