Somente Brasil e Itália tem Coaf ligado a Banco Central, diz Serafim

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) afirmou nesta quarta-feira (21), que de 200 países no mundo, somente no Brasil e na Itália, o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) ou órgãos com funções semelhantes são vinculados ao Banco Central.

O Coaf mudou de nome e passou a ser vinculado ao Banco Central após a publicação de medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro na terça, 20. A MP tem de ser aprovada pelo Congresso.

“Então, em 200 países que existem no mundo, 199 estão errados e somente a Itália está certa? Mas essa foi mais uma decisão do governo por meio de Medida Provisória, que vai precisar passar pela Câmara e pelo Senado e ao final veremos como fica”, disse Serafim.

Privatizações 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o Governo Federal vai realizar até o final do ano a privatização de mais 17 empresas públicas. Para o deputado estadual Serafim Corrêa, a escolha do número a ser privatizado é “proposital”, além de “marketing político”. “Claro que por trás disso tem um marketing político do Bolsonaro. Eles fizeram de propósito, exatamente para fazer mídia com isso, usando o número de campanha do presidente eleito”, disse Serafim.

O líder do PSB na ALE-AM declarou não ser contrário às privatizações, mas destacou que cada caso precisa ser analisado isoladamente. “Existem empresas que não se justifica continuar existindo, enquanto estatais, enquanto existem outras que são estratégicas e devem continuar”, avaliou o deputado.