Serafim repudia decisão do governo do Estado em remover servidores após eleições

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) repudiou, nesta quinta-feira, 10, as remoções de servidores públicos  por parte do governo Estado após o período eleitoral.

“Manifesto o meu desagrado, insatisfação, a minha revolta, o meu repúdio, com a maneira como o governo do Estado vem tratando funcionários que foram candidatos nas eleições municipais e que não seguiram a cartilha do governo e que agora se veem sendo removidos, perseguidos”.

O líder do PSB na Casa Legislativa afirmou que além da remoção dos delegados João Victor Tayah e Costa e Silva, removidos para o interior do Amazonas,  outras classes também estão sendo atingidas.

“Isso aconteceu com dois delegados, de linhas ideológicas opostas, mas os dois sofreram essa remoção. Isso está acontecendo com professores, pedagogos. Isso não faz bem a ninguém. Ou nós paramos de brigar entre nós e passamos a conversar e dialogar, ou  não chegamos a lugar nenhum. Isso não é solução para ninguém e muito menos para o problema do povo e a classe mais carente”, concluiu.