Serafim pede defesa da ZFM como prioridade do novo governo

Serafim pede defesa da ZFM como prioridade do novo governo

 

 

O deputado Serafim Corrêa alertou sobre o risco que corre a Zona Franca de Manaus, caso a abertura de mercado prometida pelo próximo ministro da Economia Paulo Guedes, seja concretizada. A declaração foi feita na manhã desta segunda-feira (12), durante o programa Felipe Cury, na FM do Povo.

 “Se isso acontecer, importar mercadorias vai ser mais barato do que produzir no nosso polo.  É um risco altíssimo para nosso principal modelo de desenvolvimento”.

Sobre algumas ações do atual governo do Amazonas e a respeito da transição, Serafim criticou o atraso no pagamento dos terceirizados e o ponto facultativo prolongado.

“Muitos profissionais, de várias categorias, não recebem salários há três meses. Para completar e empurrar ainda mais com a barriga, o governador ainda concede um ponto facultativo de uma semana. Ficaremos praticamente seis dias sem serviços públicos. O governador eleito deve começar o ano tentando tapar esse buraco e botar ordem na casa”.  Outro ponto destacado por Serafim foi sobre a aprovação das emendas impositivas. “Só para citar um exemplo, apresentei uma emenda para recuperação dos telhados de três igrejas históricas de Manaus. Até o momento o valor não foi liberado. São apenas  R$300.000,00 que poderiam preservar nosso patrimônio e até evitar possíveis acidentes. Antes da eleição, a desculpa do Amazonino para conter a liberação dessa verba seria o período eleitoral. E agora, qual é a desculpa? Espero que até dezembro ele possa honrar esse compromisso”.

O deputado sugeriu atenção redobrada do novo governo para com a ZFM. “Diferente do atual governador, Wilson Lima deve ir até a capital federal cobrar respeito ao modelo. Ele tem que ter uma postura de vanguarda e peitar as questões que não sejam interessantes para o Estado”, destacou.

Serafim também falou sobre a falta de transparência na divulgação das verbas enviadas e a respeito dos números do Fundeb. “Criamos duas cartilhas de fácil acesso. Elas possibilitam que o cidadão comum veja os valores enviados aos municípios pelo Governo Federal. Os professores, por exemplo, podem ter acesso a todos os números relativos ao Fundeb. Nossa cartilha dá todos os caminhos e dessa forma, eles podem cobrar dos prefeitos com os números em mãos”, finalizou o deputado.

Cartilha do Fundeb

A Cartilha do Fundeb e da Transparência estão disponíveis para download no Blog do Sarafa – www.blogdosarafa.com.br ou por meio do aplicativo “Deputado Serafim”.