O SUS e os planos de saúde

O SUS – Sistema Único de Saúde – é o grande plano de saúde pública no Brasil. Tem dificuldades e distorções, mas hoje atende melhor e muito mais gente, em termos absolutos ou relativos, do que o poder público atendia antes de sua criação.

Uma das dificuldades são os recursos financeiros e humanos.

Por outro lado, no Brasil existe um sem número de Planos de Saúde que na hora de vender oferecem o céu, mas não hora do serviço, às vezes encaminham para o céu.

Uma grande distorção do SUS é o atendimento, sem que haja o pagamento, de quem tem um plano privado, mas na hora da verdade é atendido pelo SUS. Ou seja, alguém que tem UNIMED, mas na hora do acidente vai para o “Pronto Socorro 28 de Agosto”.

Qual seria o normal? A UNIMED pagar o 28 de Agosto. A lei que obriga o ressarcimento ao SUS já existe há dez anos, mas não se consegue implantar. E com isso, perde o SUS e ganham os planos privados de saúde.

A implantação depende da informatização contra a qual existe uma reação corporativista sem precedentes porque através dela o controle do dia a dia da saúde pública seria total. Chegamos naquele ponto em que tem que haver de cima para baixo, não apenas a ordem, mas, após dar as condições objetivas, obrigar a informatização que vai permitir, por exemplo, o controle do tempo de permanência do médico no posto de saúde.

O Prefeito Paulo Mac Donald, de Foz do Iguaçu, aliás radicalizou. Implantou câmeras num posto de saúde. E de lá, através das imagens vistas em seu gabinete e que são gravadas, controla o atendimento e o horário dos funcionários. O corporativismo reagiu dizendo que isso é invasão de privacidade.

O prefeito afirmou que vai ampliar o controle aos outros postos da cidade.

4 comments

  1. Você lembra Sarafa, algumas de suas repartições implantaram o ponto eletronico e outras coisinhas básicas de monitoramento e fiscalização do funcionalismo publico o taxaram de um cara ruim, se você fizesse isso que o prefeito acima citado fez, seria o capeta, sei que não se aplica isso em Manaus, nem uma grande equipe conseguiria monitorar as repartições espalhadas pela cidade, mas com funcionário publico tem que ser assim redeas curtas e depois metas de trabalho se não a coisa não vai pra frente, é claro que existem bons funcionários que pagam ou ganham má fama por outros ruins, mas o bom funcionário não tem medo de camera, de meta, nem de chefe cobrador pois este faz sua parte, ja o funcionário malandro não gosta de gestores sérios fiscalizadores e que cobram resultados.

  2. O ponto entra por uma porta, e os bons profissionais que tiverem uma opção um pouquinho melhor saem pela outra (porta)! Ai vão ficar os piores profissionais, que cumprem o horário, mas são menos qualificados, pois a baixa remuneração é um desestímulo para que os bons continuem! Essa falsa moralidade, eleitoreira, é que faz com que a saúde e a educação não sejam boas no Brasil! Ninguém fala em instalar prontuários eletrônicos, nem em suprir com melhores medicamentos o SUS, imaginem então falar em colocar cadeiras decentes ou ar condicionados para os profissionais! Cursos de educação continuada, de continuada só o nome! Quando ocorrem uma vez por ano, olhe lá! E outro aspecto é a falta de reconhecimento! Todo mundo sabe que nas unidades de educação e saúde os que recebem mais privilégios são “os amigos do chefe” e não os bons profissionais, que muitas vezes são perseguidos justamente por quererem fazer um bom trabalho! Chega dessa hipocrisia de querer culpar o funcionário público pelo mau-caratismo dos dirigentes e seus homens e mulheres “de confiança”!

  3. Em relação a esta UNIMED, posso dar uma declaração da sua má fé.
    Eu sou cliente desta operadora; meu filho necessita de uma cirurgia, e a UNIMED nega tala procedimento porque meu plano é antigo (não regulamentado), ou seja eu pago há muito mais tempo e não tenho qualquer direito!
    Assim sou mais um cliente de planos de saúde, empurrado deliberadamente para a fila do SUS.
    A sociedade precisa cobrar mais atitude dos homens do poder, para que empresas como esta UNIMED, sejam banidas do mercado, pois só estão causando dano à saúde pública com este tipo de comportamento abusivo!!!

  4. A Máfia dos Planos de Saúde
    Quer saber mais?
    Assista ao DVD “SICKO $O$ SAUDE” do Michael Moore
    Não importa quanto tempo voce paga, na hora
    que voce mais precisa, eles negam e dão canseira!

Comments are closed.