Novo artigo de Marcelo Ramos

Fatos como prisão relâmpago do jovem Raphael Souza, filho do deputado Wallace Souza, e a morte dos supostos traficantes Bebeto e Bebetinho geram indignação em uma parcela da sociedade manauara. Discursos em defesa da garantia de presunção de inocência e direito de imagem afloram por toda parte. Lembro que a morte do traficante Bebeto da Praça XIV promoveu uma grande comoção entre os moradores do bairro. Seu velório reuniu uma multidão. Não dá pra assistir a isso sem perguntar: Por que as pessoas choram a morte de um traficante?


Trecho de “Por que as pessoas choram a morte de um traficante?”, do vereador Marcelo Ramos (PCdoB), publicado originalmente no matutino Dez Minutos. Clique aqui para ler a íntegra do artigo.

3 comments

  1. É Vereador. Os direitos e garantias individuais dos brasileiros constantes na Magna Carta, apenas são lembrados quando interessa a determinado grupo de pessoas, pois bem sabemos, que os amazoneneses residentes nos bairros pobres da cidade de Manaus, continuam orfãos do Poder Público.

  2. É a falta de credibilidade do judiciário que cria esse sentimento na população! As pessoas acham que que são ou podem ser vítimas das recorrentes injustiças praticadas pelo judiciário brasileiro, e se solidarizam com quem é punido por ele, mesmo que sejam bandidos que podem vir a fazer mal a elas ou a seus familiares! Isso começou na ditadura militar, quando esta usou o judiciário para “legalizar” seus crimes e a corrupção dos seus aliados, e continuou nos governos civis!!!

Comments are closed.