Médicos Jesus Pinheiro, Leny Passos e Marcus Barros são homenageados na ALE-AM

Os médicos Jesus Pinheiro (mastologista), Leny Passos (hematologista) e Marcus Barros (infectologista) foram homenageados pela Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), nessa quinta-feira, 17, com uma sessão especial em homenagem do Dia do Médico. O deputado Serafim Corrêa (PSB) é um dos autores da propositura.

“Eles são profissionais que dedicaram mais de 40 anos de suas vidas para salvar a vida dos outros. Em reconhecimento a esses serviços eu propus que fossem homenageados. Graças aos avanços da medicina, no Brasil, hoje, nós temos uma vida média que já passa dos 75 anos. No entanto, temos o lado ruim, que é o da morte de jovens em acidentes de trânsito.”, disse Serafim.

O mastologista Jesus Pinheiro disse estender a homenagem aos demais colegas médicos.

“A gente se dedica uma vida inteira sem horário, com plantão sábado, domingo, Natal e é evidente que com esse reconhecimento quero homenagear todos os meus colegas médicos. Quero agradecer ao Serafim e dizer que isso representa a nossa responsabilidade e o nosso compromisso de continuar atendendo com clareza e ética”, agradeceu Pinheiro.

O homenageado afirmou que o perfil da saúde pública no país mudaria se houvesse mais seriedade na carreira médica.

“Vários estados passam por dificuldade. Temos uma característica diferente que é a área geográfica do nosso estado. O que a classe médica espera é que um dia seja aprovada, então, a tal da carreira médica. O correto seria a carreira iniciar pelo interior e terminar na capital. Se isso acontecesse, mudaria o perfil da saúde do Brasil”, sugeriu o médico.

A hematologista Leny Passos, representada pelo filho, André Passos, agradeceu a homenagem e destacou os 40 anos da sua carreira dedicados ao Sistema Único de Saúde (SUS) no Amazonas.

“Em nome de minha família, agradeço essa deferência especial por 40 anos de dedicação ao em nosso estado, com muita alegria e gratidão. Transmito aos presentes que tenho acompanhado a trajetória exemplar do deputado Serafim Corrêa, de homem de bem e de político em nossa sociedade”, disse Passos.

A médica destacou que sempre exerceu a medicina com amor, respeito e dignidade aos pacientes em busca do melhor para cada caso.

“Acredito que deixei exemplos que certamente inspiraram e inspirarão a formação de novos profissionais em nossa sociedade. A saúde pública é bem maior na sociedade. Nós, médicos, temos o dever intrínseco de cuidar do indivíduo e do coletivo. É um mandado ético e moral. A vocação do médico inclui esse requisito. Medicina é arte e é técnica, ma sempre um instrumento de compaixão, amor e solidariedade pelos semelhantes e pela natureza em que vivemos”, concluiu a médica.

O infectologista Marcus Barros disse ter a sensação que ainda há muito a se fazer pela atenção às pessoas.

“Recebo esta homenagem com enorme emoção, mas com a sensação que ainda falta muito a fazer pela atenção às pessoas e pela consolidação do SUS. Necessito formar mais médicos competentes e eticamente cada vez mais responsáveis”, disse Barros.

Texto: Luana Dávila

Foto: Marcelo Araújo