Sistema Eletrobrás vai usar licitação simplificada

A Câmara dos Deputados aprovou ontem por 191 a 185 votos um “enxerto” feito na MP nº 450 pelo relator deputado Eduardo Cunha(PMDB-RJ) que autoriza ao Sistema Eletrobrás a usar o processo licitatório simplificado. O argumento foi de que a Petrobrás já está autorizada a proceder dessa forma. Ocorre que a justificativa no caso da Petrobrás foi que ela está submetida à concorrência com outras empresas internacionais Não é o caso da Eletrobrás que não concorre com ninguém.

Houve racha na base do Governo.

O deputado Ciro Gomes (PSB-AM) bem ao seu estilo e sem meias palavras condenou o “enxerto” dizendo:

“A medida provisória do senhor presidente é muito importante e moderniza o setor público nessa área do setor elétrico. Entretanto, essa prática malsinada, que talvez vá trazer graves problemas a esta Casa e ao Parlamento, de se enxertar coisas graves, centrais, (…) que dispensa o setor elétrico de licitação ou simplifica, é uma imoralidade”.

Da bancada do Amazonas votaram a favor Atila Lins (PMDB), Lupércio Ramos (PMDB), Praciano (PT) e Sabino Castelo Branco(PTB). Os deputados Marcelo Serafim (PSB) e Vanessa Grazziottin(PC do B) votaram contra e os deputados Silas Câmara(PSC) e Rebeca Garcia ( PP) estavam ausentes.

2 comments

  1. Não espero outra atitude se não essa dos verdadeiros defensores da legalidade como o Dep. Marcelo e a Deputada Vanessa, pena que os demais realmente só pensam neles próprios e em seus benefícios pessoais.

  2. Serafim,

    O Deputado Ciro Gomes não seria do PSB-CE ?

    Abraços e parabéns pelo blog.

Comments are closed.