Repercussão nacional negativa da Lei Delegada

Quando se é oposição, tudo o que se vota contra sempre fica com um tom de crítica ao governo, mas não é bem assim.

Em outubro de 2019, votei contra a chamada “Lei Delegada” (veja o link no final do texto), pois a minha experiência mostrava que isso seria dar superpoderes ao Governador e diminuir o Parlamento.
E não deu outra. Usando a malfadada lei delegada o Governador com uma canetada, sem passar pela Assembleia, concedeu aumentos de mais de 200% ao seu pessoal.

Já para os efetivos, através de outra lei, contra a qual também votei, o Governador congelou os salários.
O escândalo foi tão grande que ganhou proporções nacionais.

Assista a matéria do JORNAL DA GLOBO.


E veja aqui a minha posição contra a Lei Delegada no dia da votação: