Ministro José Mucio e ministra Ana Arraes tomam posse como presidente e vice-presidente do TCU

Ministro José Mucio e ministra Ana Arraes tomam posse como presidente e vice-presidente do TCU

A solenidade foi realizada em sessão plenária extraordinária e conduzida pelo presidente do Tribunal, ministro Raimundo Carreiro

O ministro José Mucio Monteiro tomou posse, nesta terça-feira (11), como presidente do Tribunal de Contas da União (TCU). Na mesma cerimônia, a ministra Ana Arraes foi empossada como vice-presidente da Corte de Contas, assumindo, concomitantemente, o encargo de corregedora da Casa. A solenidade foi realizada em sessão plenária extraordinária e conduzida pelo presidente do TCU, ministro Raimundo Carreiro.

Compuseram a mesa o presidente da República, Michel Temer, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Antonio Dias Toffoli, o presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a procuradora-geral do Ministério Público junto ao TCU, Cristina Machado da Costa e Silva, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e os governadores Paulo Câmara (Pernambuco) e Rodrigo Rollemberg (Distrito Federal).

A eleição do ministro José Mucio e da ministra Ana Arraes foi realizada no plenário do TCU no dia 5 de dezembro. O exercício dos mandatos terá início em 1º de janeiro de 2019, pelo período de um ano, com possibilidade de reeleição para mais um ano.

Ao discursar, o ministro José Mucio ressaltou que, a despeito do momento sensível que o Brasil atravessa, o TCU continuará a zelar pelas contas públicas do País, bem como a perseguir as desigualdades regionais e a combater desvios e práticas de corrupção. Ao mesmo tempo, acrescentou o ministro, o TCU será um Tribunal comprometido a auxiliar na construção de um Brasil mais justo, solidário e fraterno. “Conto com a senhora, minha amiga e ministra Ana Arraes, para cumprir essa missão. Conto, também, com o apoio de todos, ministros, Ministério Público, servidores e colaboradores”, afirmou. “Projetamos uma gestão pautada pela prática do diálogo, pela proatividade e pelo relacionamento com as instituições e com a sociedade civil.”, acrescentou.

olho_mucio-02.jpg

Saudações

Em nome da Corte de Contas, o ministro Benjamin Zymler proferiu o discurso de saudação ao ministro José Mucio e à ministra Ana Arraes e ressaltou a relação de respeito e admiração que nutre por seus pares. Zymler relembrou a atuação de José Mucio tanto em sua trajetória parlamentar, como quando de suas passagens pelo Executivo, estadual e federal, e no próprio Tribunal de Contas da União. Ao destacar “a competência e a capacidade de diálogo” da ministra Ana Arraes, Zymler frisou que ela foi a segunda mulher eleita para o Congresso Nacional pelo Estado de Pernambuco e que, em sua vida pública, sempre zelou pelo bem-estar social.

“O ministro José Mucio e a ministra Ana Arraes são grandes amigos de todos deste colegiado. Os méritos de Vossas Excelências, sua inteligência e brilho: tudo nos indica que terão uma gestão exitosa”, declarou.

A procuradora-geral do Ministério Público junto ao TCU, Cristina Machado da Costa e Silva, iniciou o discurso agradecendo ao ministro Raimundo Carreiro, que esteve à frente da Corte de Contas no biênio 2017-2018.

Ela observou que o Brasil atravessa “momentos difíceis”, tanto político quanto econômico e ético. “Os desafios futuros são enormes, mas estou otimista que com a força do diálogo o senhor e a senhora [ministro José Mucio e Ana Arraes] conseguirão cumprir essa missão”, declarou.

Presenças

Pelo TCU, participaram da solenidade os ministros Walton Alencar, Benjamin Zymler, Augusto Nardes, Aroldo Cedraz, Bruno Dantas e Vital do Rêgo, os ministros-substitutos Augusto Sherman Cavalcanti, Marcos Bemquerer e Weder de Oliveira, além de procuradores e subprocuradores do Ministério Público Federal junto ao TCU.

Estiveram presentes, ainda, o ex-presidente José Sarney, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, o governador do Maranhão, Flávio Dino, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, ministros de Estado e do Supremo Tribunal Federal, deputados e senadores, entre outras autoridades. Os futuros ministros da Economia e da Justiça, respectivamente, Paulo Guedes e Sergio Moro, também participaram da cerimônia, bem como o ministro Wagner Rosário, que continuará à frente do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU).

Biografia_jose_mucio.jpg

 

Biografia_ana_arraes.jpg

 

Solenidade de Posse do Ministro José Múcio Monteiro na Presidência do TCU