FUNDEB: “efeito Serafim” começa a chegar nas prefeituras do interior

FUNDEB: “efeito Serafim” começa a chegar nas prefeituras do interior

Orientar e informar tem sido o caminho usado pelo meu mandato para que os prefeitos dos municípios do Amazonas utilizem bem o FUNDEB, recurso que valoriza o professor, uma das principais categorias do nosso estado.

Não tem sido fácil a busca pelo diálogo entre os gestores e educadores. Na grande maioria dos casos, apesar dos recursos estarem em caixa desde julho, o prefeito insiste em “guardar” o dinheiro para ser usado “sabe-se lá como” e “quando?”.

Eu e minha equipe de gabinete estamos percorrendo o interior do estado na busca de esclarecer o uso e de como fiscalizar o FUNDEB. Já estivemos em Itacoatiara e em breve estaremos no Careiro Castanho.

Estarei sempre ao lado dos professores que, via de regra no interior, mas também na capital, são pouco valorizados, e quando recebem um abono desses, que é um direito, recebem como se fosse um favor, uma benesse do prefeito.  Não é assim que deveria funcionar, não é favor algum o prefeito repassar o FUNDEB ao educador, é sim um DIREITO DOS PROFESSORES!

O valor já está em caixa, disponível para uso, e em alguns municípios os prefeitos começam a usá-lo, como no caso noticiado pelo jornal “ A Crítica” e o “PORTAL DO HOLANDA”, onde o prefeito de Autazes iniciou o pagamento em três parcelas do abono, no que se está sendo chamado pela mídia por “Efeito Serafim”.

Fico feliz em saber que toda essa divulgação feita por mim através do meu mandato está conseguindo alcançar o interior e acordando muitos prefeitos para o uso do recurso.

Professor, não deixe que usem o recurso incorretamente ou que guardem aquilo que é seu. Fiscalize, denuncie junto ao Ministério Público da sua cidade, acione meu gabinete. Tenha na minha pessoa, no meu mandato, um defensor da transparência, o apoio necessário para que você faça valer pelo seu direito.

Espero que nos próximos dias continuemos tendo notícias positivas com outros prefeitos fazendo o mesmo que o de Autazes.