Brincando com fogo

dsc_0989Minha avó Diamantina dizia que “menino que brinca com fogo, ou se queima, ou faz xixi na cama”.

Não sei o que o PT quer: se fazer xixi na cama, ou se queimar, mas que ele está procurando queimar os outros, está, mas lá na frente quem pode sair queimado é ele.

É legítimo o PT lançar a candidatura da Ministra Dilma. Pode lançar quem quiser, agora não é legítimo querer definir o que os outros vão fazer.

O PSB colocou o nome do Ciro como provável candidato à Presidente. Ele saiu Brasil afora falando das suas idéias e propostas. O PT achava que o Ciro não emplacava. Emplacou e aparece nas pesquisas à frente da Dilma. Armaram, então, uma operação de guerra para detonar o Ciro, muito bem relatada pelo jornalista Melchiades Filho, na Folha de hoje (leia abaixo).

E aí cometem um erro primário. É que eles pensam que estão lidando com saco de batatas. Não estão. Estão tratando com pessoas, com organizações políticas que possuem suas instancias e que em várias oportunidades demonstraram a sua solidariedade ao Governo, mas também a sua independência.

Se o PT pensa que vai “tratorar” está muito enganado. O tempo vai mostrar.
Corrida de Dilma, por ora, é contra Ciro

MELCHIADES FILHO
DIRETOR-EXECUTIVO DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

É para evitar que Ciro Gomes vire, por inércia, o candidato oficial da base governista que o comando da candidatura de Dilma Rousseff passou, nas últimas duas semanas, a se movimentar tão freneticamente.
O plano original era que a trajetória de Dilma fosse um foguete com dois estágios: em 2009, a consolidação do nome junto à militância do PT e do governo federal; em 2010, a divulgação maciça da herdeira de Lula em uma campanha plebiscitária contra os tucanos.
A candidatura de Ciro (PSB), mais até do que a de Marina Silva (PV), rasgou o roteiro, porém. Ciro resiste mais forte do que o previsto nas pesquisas, à frente da ministra da Casa Civil em quase todos os cenários.
A engenharia do foguete Dilma teve, então, de trabalhar com um terceiro estágio, intermediário: ultrapassar, antes de fevereiro, o deputado cearense e convencê-lo a aceitar uma tarefa auxiliar do projeto (concorrer ao governo de SP).
Para esvaziar a candidatura nacional de Ciro, Planalto e PT aceleram em duas frentes.
Uma, institucional, é antecipar a aliança de Dilma com o máximo de partidos da coalizão lulista. Por isso a ministra passou a se reunir com tantas siglas: PMDB, PR, PRB, PP e os parceiros do PSB no “bloquinho” (PC do B e PDT). O objetivo é estrangular o PSB, deixando-o sem parceiros nem tempo de TV, a ponto de desestimular o emotivo Ciro e, sobretudo, induzir a cúpula da legenda a ficar desconfortável com o voo solo.
A outra frente é a da pura propaganda. Dilma tenta compensar o tempo e a energia perdidos no tratamento do câncer, no embate contra Lina Vieira e no abraço com José Sarney. Daí ter trocado as reuniões internas de trabalho por qualquer evento público filmável/fotografável -pescaria no São Francisco, culto evangélico etc.
Além da agenda de governo travestida, a ministra tem outros trunfos publicitários para deixar Ciro para trás ainda em 2009: 1) as eleições internas do PT, que provocarão milhares de filiados e muito debate em todo o país, em novembro; 2) o programa do partido em rede nacional de TV, em dezembro; 3) o abandono da peruca usada durante a quimioterapia e a aparição com o cabelo curto, escovinha -um “Jornal Nacional” capaz tanto de humanizar a candidata como de reforçar sua imagem de dura na queda.

Esta entrada foi publicada em O Nosso País, Política. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

7 respostas para Brincando com fogo

  1. antonio disse:

    é isso aí sarafa continue íntegro e competente(apesar de algumas pessoas que que estavam como chefes ou com cargos durante seu mandato de prefeito não serem dignas e muito menos competentes,fazendo jogadas/manobras sujas para permanecer ou subir de cargo,mesmo que com isso o prefeito fosse prejudicado.Ou seja,para uma grande parcela do partido só pensa em se dar bem.Abre o olho sarafa.Boa Sorte!

  2. Cliferthon Lucas JPMDB/AM disse:

    Ciro é um candidato que é robusto, sua candidatura é consolidada na classe média. Ele integra os ricos, os pobres e parte importante da ultra esquerda.
    Se não caiu até hoje vai entrar em 2010 na frente. Agora o que estou a pensar é sobre o impacto do filme de Lula que estreará em janeiro no Brasil.

  3. Martha Bernardo disse:

    Caro Cliferthon,

    Eu ia lhe chamar pelo apelido carinhoso, mas deixemos isso para os momentos de descontração.

    O filme do Lula, acredito que será um fator extremamente importante para o candidato que ele decidir apoiar.

    O Brasil é um país muito emocional

  4. O PSB é que tem que parar de esmolar o apoio do PT e se valorizar como merece.

    Que lance oficialmente o Ciro como candidato e quem quiser apoiar que procure o partido…

  5. Ildebrando disse:

    Martha, entao posso concluir que a ditadura foi melhor porque ninguem podia se emocionar!! olha tem gente ai louca porque aquele tempo acabou, a fonte desta materia em que se baseia o dono do blog é uma delas!!! qualquer materia deste jornal, em queda livre, lida ao contrario faria bem ao país. mas lendo reto muita gente se da mal, veja o exemplo da crise, quantos nao perderam de ganhar com ela porque nao acreditaram na marolinha do metalurgico!!! a ficha falsa de dilma sucesso de vendas, a agenda de lina que apareceu dois meses depois e ainda com uma data errada, o encontro nao foi mais em dezembro (nao sabia qual dia ou semana daquele mes), mas com o retorno da agenda, uma grata surpresa: foi em outubro e a duvida que recaia sobre um mes se expandiu para todo ultimo trimestre de 2008!!! e agora agripino e arthur virgilio, o que fazer pra levar isto adiante??? tanto tempo despendido e dinheiro publico jogado fora pra nada, desde momentos, antes desta calunia tramada em sao paulo pelo maestro serra e seu co-autor fhc em companhia de agripino e arthur e todo o bando que nao tem projeto!!! isso este jornal nao critica; gasto de dinheiro publico para caluniar o cidadao.
    serra em viagem pelo nordeste, sem nenhuma obra de sao paulo pra inaugurar por la, ainda por cima dizendo que foi amigo de luiz gonzaga, nenhuma virgula ou vogal de critica na midia tupiniquim!!! agora um metalurgico que sabe o que é o nordeste, querendo levar o minimo de de dignidade ao povo, agua de beber, cozinhar e tomar banho, quebrar as amarras do sertao, é taxado de obra eleitoreira!!! e o serra que nenhuma obra tinha pra inaugurar, o que andava fazendo? fiscalizando plantaçao de maconha no vale do sao francisco??? sim porque coincidencia ou nao, o fhc agora é a favor da legalizaçao nao so da fumaça, mas de todas. interessante que quando era presidente nao tinha esta postura!!! por que so agora fora do governo descobriu que a guerra contra o narco-trafico está perdida???

  6. Martha Bernardo disse:

    Ildebrando,

    Concordo com absolutamente tudo o que você escreveu. Mesmo tendo minhas restrições ao governo Lula, por alguns posicionamentos tomados ao logo desses quase oito anos, ainda acha que caso José Serra torne-se presidente, vamos retroceder alguns anos.

    Quando falei que o Brasil é muito emocional, não critiquei, até acho uma caractarística interessante, só temo que isso faça com que o PT aposte suas fichas no candidato errado.

    Não sou simpatizante da Dilma, e na verdade atualmente dentro do PT, não existe para mim ninguém capaz de levar essa eleição. Creio que o melhor candidato para o país e principalmente para o Norte e Nordeste seja realmente Ciro Gomes.

    E acho sim que o filme vai alavancar a candidatura do apoiado pelo Lula, mas não sei se será o suficiente para fazer engrenar a candidatura da ministra.

  7. tuta disse:

    Caro Serafim,

    Espero que o deputado Ciro Gomes não cometa o absurdo de se curvar aos delírios do Lula, nunca esqueça que o senhor foi vitima das promessas do presidente. O que sempre observei foi a sua procupação em fazer uma boa administração na cidade de Manaus, esquecendo até de abrir por exemplo as dívidas herdadas do sr. Alfredo, principalmente com relação ao expresso, nesse caso o sr. foi elegante, só que nem ele, nem o Lula foram elegantes com V. sa. eles os abandonaram na eleição e permitiram que todos lhe taxassem de mau administrador e até de incompetente, hoje eles estão todos juntos e farão de tudo para excluí-lo das eleições do róximo ano.

Os comentários estão fechados.