A renúncia de Amazonino

No último dia 30, a cidade de Manaus ganhou uma nova passagem de nível na Av. Paraíba. Obra importante, que foi idealizada por nós. É bom salientar, que o dinheiro com o qual Amazonino pagou esta obra, está pagando a obra do Coroado e vai pagar as próximas obras viárias da cidade de Manaus é fruto de um contrato assinado por Serafim que trouxe 75 milhões de dólares para Manaus e que Amazonino desonestamente insiste em não revelar.

Durante a inauguração, Amazonino disse a seguinte frase: “Me mostrem uma única obra relevante daquele rapaz, que eu renuncio ao meu mandato”. Amazonino, como sempre age por impulso e irresponsavelmente, critica a imprensa crítica de nosso estado e quer jogar no lixo os seus opositores, aliás, de lixo ele entende.

Amazonino esqueceu que foi Serafim Corrêa quem construiu o viaduto da Recife, a escola de crianças especiais, o Parque Ponte dos bilhares, o Parque Lagoa do japiim, a Maternidade Moura Tapajós, criou o Remédio Fácil, o Passa Fácil que tirou milhares de estudantes das filas, fez concurso público, acabou com as indicações políticas, estruturou a Manausprev que hoje tem mais de 200 milhões em caixa para pagar a aposentadoria dos servidores e que outrora não tinha um único centavo, criou o primeiro emprego, levou água para milhares de pessoas, isso só para citar algumas.

Isso já seria suficiente para que Amazonino renunciasse ao seu mandato. No entanto, devo fazer um apelo ao prefeito. Não renuncie, assuma suas responsabilidades, desça do palanque e governe a cidade que nós faremos o nosso papel de fiscalizar e denunciar tudo que estiver errado.

Cumpra as suas promessas, construa as 1000 creches, administre a cidade de dentro de um ônibus na zona leste, crie logo aqueles ônibus com internet grátis para a população, leve água, acabe com o turno intermediário, construa escolas, novas unidades de saúde, nomeie apenas 500 cargos em comissão como você prometeu e hoje já passam de 1600, ou seja, cumpra as suas responsabilidades, seja digno, seja honesto e governe a cidade.

Até quinta!

Deixe uma resposta